CBN - A rádio que toca notícia

PONTO & VÍRGULA

O CASO DO MUTIRÃO CARCERÁRIO: Mas, e os direitos da coletividade, como ficam?

05/02/09, 23:23

O CASO DO MUTIRÃO CARCERÁRIO

 
Por Gregório Macêdo, o Dodó Macêdo
 

O Conselho Nacional de Justiça, presidido por Gilmar Mendes, determinou a realização de mutirão carcerário no Piauí, para libertar detentos que não foram julgados. Esse trabalho já teve início, e entre 9 e 13 deste mês novos processos serão apreciados. Estima-se que algo em torno de 700 detentos irão para a rua, sem delongas. Ou seja, configurada a ilegalidade da detenção - extrapolação de prazo, por exemplo -, liberta-se o detento.

 

Pelo que li nos jornais de hoje, 01, está confirmado o acima exposto: não se levará em conta o grau de periculosidade do detento, tampouco se cuidará de "apressar" o trâmite processual, proferindo-se a decisão (julgando-se, enfim), que é o que naturalmente se esperaria de um mutirão. Afinal, quando se procedeu à prisão do indivíduo, o "caminho legal" era o do trâmite completo - e não um simulacro de processo, que é o que se terá, ou parece inevitável que se venha a ter.

 

Parece inevitável porque, a despeito da indignação/apreensão geral, a corregedora do Tribunal de Justiça, desembargadora Rosimar Leite, contrapõe: "O secretário (de segurança) Robert Rios tem todo o direito de fazer suas críticas, mas isso não vai nos inibir. Os mutirões são uma exigência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e por isso devem ser seguidos à risca".

 

A (louvável) justificativa para a imediata libertação das centenas de presidiários é a de que os direitos individuais constitucionalmente consagrados devem prevalecer (art. 5°, CF: devido processo legal, presunção de inocência...). Mas, e os direitos da coletividade, como ficam?

 

Explico: a doutrina e o bom senso recomendam que, em caso de colisão entre prerrogativas constitucionais, deve prevalecer a alternativa que melhor consulte o interesse coletivo. Não existe direito individual absoluto. Por que, então, não levar em conta o grau de periculosidade do detento à vista da "folha corrida", dos registros policiais? Por que não liberar os "ladrões de galinha" e manter detidos os perigosos, cuidando, em mutirão, de levar a termo o integral e urgente julgamento deles?

Se tal alternativa se revela inconstitucional, por que não se anteviu o transtorno que a soltura em massa poderá provocar, adotando-se as medidas protetivas cabíveis em termos de segurança pública?

Alguém tomou a iniciativa de levar ao CNJ ponderações da espécie?

Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/12/17, 12:11 | POLÊMICA - Na volta ao Brasil, Luan responde às críticas: "Podem falar o que quiser"
18/12/17, 12:07 | ESPORTE - Chance de "grupo da morte" na Libertadores agita a torcida do Palmeiras
18/12/17, 11:32 | ENTREVISTA - Nem todo pagamento acima do teto é ilegal, diz Cármen Lúcia
18/12/17, 11:18 | POLÍTICA - TSE aprova calendário eleitoral de 2018; normas sobre voto impresso e 'fake news' ficam para março
18/12/17, 11:12 | OPINIÃO PÚBLICA - Brasileiros culpam a si mesmos pela corrupção, diz pesquisa Ipsos
18/12/17, 11:04 | PLANO DIRETOR - Eletrobras projeta investir mais de R$ 19,75 bilhões de 2018 a 2022
18/12/17, 11:00 | INCIDENTE - Incêndio atinge galpão dos Correios e destrói móveis e eletrônicos em Teresina
18/12/17, 09:14 | ELEIÇÕES 2018 - Ex-presidente Dilma Rousseff pode disputar Senado Federal pelo Piauí
17/12/17, 17:47 | VIOLÊNCIA - Ex-prefeito e policial civil é preso por disparar arma de fogo durante festa no PI
17/12/17, 17:20 | ESPORTE - Arthur puxa a fila, mas não é o único com chance de sair do Grêmio
17/12/17, 14:07 | ESPORTE - Kaká oficializa aposentadoria do futebol: ‘É o momento de encerrar’
17/12/17, 13:53 | VATICANO - Papa Francisco comemora 81 anos e pede proteção para as crianças
17/12/17, 12:45 | DENÚNCIA - Diretor da PF entrega a Cármen Lúcia relatório de investigação sobre ministros do Supremo
17/12/17, 12:37 | POLÍTICA - Maia: não precisamos de candidato com Temer tatuado na testa
17/12/17, 12:04 | POLÍTICA - Aécio Neves deve explicar 'elo' com Sergio Cabral
17/12/17, 11:29 | PESQUISA - Michel Temer termina o ano com rejeição em 73%, sem sinal de melhora
17/12/17, 11:12 | ESPORTE - "Triste", Renato lamenta derrota em decisão e admite: "Real mereceu ser campeão"
15/12/17, 19:21 | PALESTRA - Ministro do STF diz que há uma imensa demanda no Brasil por integridade
15/12/17, 14:57 | DECISÃO - Juiz suspende efeito de MP de Temer que reajusta contribuição previdenciária de 11% para 14%
15/12/17, 14:53 | DENÚNCIA - Gilmar Mendes e Joesley tinham “parceria comercial e convivência amigável”, diz Revista Veja
15/12/17, 14:34 | IBGE - Mais de 25% dos brasileiros vive com menos de R$ 387 por mês
15/12/17, 14:18 | POLÍTICA - Alckmin e Bolsonaro têm desempenho igual e perdem para Lula no 2º turno
15/12/17, 14:12 | DADOS - IBGE: 50 milhões de brasileiros vivem na linha de pobreza
15/12/17, 13:59 | EDUCAÇÃO - Base Nacional Comum Curricular (BNCC) dos ensinos infantil e fundamental é aprovada
15/12/17, 13:54 | CRIMES - José Serra e Aloysio Nunes estão perto de se livrar de investigação de propinas
14/12/17, 21:19 | FESTIVIDADES - Luzilândia promove festividades de fim de ano com o 'Natal Luz: Um céu de Luz e Paz'
14/12/17, 18:43 | CRIME - Pai é condenado a 13 anos de prisão por estuprar a filha de três anos em Teresina
14/12/17, 18:36 | CRIME - Gari atingido com cinco tiros durante o trabalho em Teresina retoma movimentos
14/12/17, 18:22 | ONG OXFAM - Políticas de Temer atrasam o país e ampliam desigualdades, diz estudo
14/12/17, 16:21 | DESCASO - UPA usa carro de passeio para transferir idoso com perna fraturada em Teresina
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site