CBN - A rádio que toca notícia

OPINIÃO

ISABELLA: MAIS UMA VÍTIMA DA ATROCIDADE!‏

15/04/08, 09:07

Trata-se de mais um caso macabro que se junta a tantos outros, em que a sociedade precisa ter aparelhamento dos órgãos institucionais para que os responsáveis sejam punidos à medida que a lei brasileira permite. Isso, por que, qualquer que seja a pena, não faz justiça a tamanho descalabro.

Tudo vira meio um show. Imprensa escreve, televisão faz diagnóstico e apresenta diversas versões. O rádio faz o mesmo. Falta à imprensa apenas a busca de manifestação de parlamentares, os verdadeiros responsáveis pela mudança das leis.

Quase todos os brasileiros já presenciaram ou têm conhecimento de casos de violência em família. Pais e mães espancam filhos às vezes até na rua, na presença de todos. Essa omissão precisa de um basta. Quando os vizinhos querem interferir para evitar excessos, nem a polícia, nem a justiça dá respaldo suficiente para que os envolvidos sintam-se seguros. E essas tragédias vão se sucedendo, sem entrar no mérito se o procedimento de investigação está correto e se foi o casal matou mesmo Isabella.

Tradicionalmente o Brasil costuma ser o último país em resolver problemas graves, as medidas para diminuir os índices de violência maior do que qualquer guerra vai demorar. Algumas medidas serão impostas pela sociedade, ainda que tardias. Uma será a necessidade de extinguir a progressão de pena para todos os crimes. Acabar com os benefícios de saídas temporárias. Quem julgar as penas muito drásticas precisa optar por não cometer crime. Simplesmente não tirar os bens dos outros, não caluniar, não agredir. Ou faz e paga por tudo isso, de forma decisiva sem atenuantes, sem benefícios.

No caso específico da Isabella, essa menina foi trucidada por algum monstro, tendo ou não vínculo familiar. Caso tenham sido o pai e a madrasta, são cínicos, porque além da monstruosidade do crime, ainda escrevam uma carta declarando intenso amor. E, mesmo que tenha sido o casal, e busque apenas meios escusos de enganar a Justiça, recai sobre eles a certeza de que mentem para o mundo, mas não para si mesmos.

Cabe ao capenga Congresso Nacional aprovar leis capazes de punir de forma tão rigorosa que o pretenso assassino saiba que pode matar alguém, mas a sua pena será próxima de quem morreu, vez que nada é pior do que a morte. Enquanto o  matador sabe o curto tempo que resta a sua vítima, essa, faz planos inocentes para toda uma vida. O mínimo para quem tira a vida de alguém seria a prisão perpétua. E os defensores de penas brandas, que não seja ao custo da vida dos outros.

por Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP / Bel. Direito

Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/01/19, 15:08 | PRÊMIO - Unesco anuncia Rio como primeira Capital Mundial da Arquitetura
18/01/19, 15:05 | EDUCAÇÃO - Aumenta pela primeira vez desde 2011 nota máxima na redação do Enem
18/01/19, 15:02 | DECISÃO - Governo prorroga por um ano Operação Acolhida a venezuelanos
18/01/19, 14:35 | INTERNACIONAL - Apoio de Bolsonaro à oposição venezuelana coloca Brasil em risco de guerra
18/01/19, 14:32 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Para jurista, Bolsonaro ‘passou recibo’ sobre sua relação com caso Queiroz
18/01/19, 14:30 | PRESTAÇÃO DE CONTAS - Em duas campanhas, Onyx recebeu R$ 200 mil de fabricante de armas
18/01/19, 13:35 | PARLAMENTO - Senadores gastaram R$ 21 milhões da Cota Parlamentar em 2018
18/01/19, 13:16 | REPERCUSSÃO - Mourão sobre pedido de Flávio Bolsonaro: 'Vou aguardar esclarecer'
18/01/19, 13:14 | REPERCUSSÃO - Ministro diz que pedidos como o de Flávio Bolsonaro vão para o 'lixo'
17/01/19, 22:02 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Fux diz que “protege” processo ao suspender o caso Queiroz
17/01/19, 21:59 | REPERCUSSÃO - Líderes do MBL criticam Flávio Bolsonaro por caso Queiroz
17/01/19, 21:54 | INTERNACIONAL - Atentado com carro-bomba mata ao menos dez em Bogotá
17/01/19, 21:41 | POLÍTICA - Área militar do governo mostra desconforto com suspensão da investigação do caso Queiroz
17/01/19, 21:21 | POLÊMICA - Ministros do STF ficaram surpresos com pedido de Flávio Bolsonaro
17/01/19, 17:59 | CRIME - Bernardo Mello Franco: Flávio Bolsonaro diz que não é, mas age como investigado
17/01/19, 17:48 | CASO QUEIROZ - 'Eu não quero foro privilegiado', disse Jair Bolsonaro ao lado de Flávio em 2017
17/01/19, 17:40 | POLÊMICA - Desembargadora que atacou Marielle diz que Boulos vai ser 'recebido a bala'
17/01/19, 16:41 | ARTIGO JURÍDICO - Responsabilidade Penal da Pessoa Jurídica
17/01/19, 16:22 | POLÊMICA - Liberação da posse de armas é 'projeto de morte mal-intencionado'
17/01/19, 16:17 | POLÊMICA - Ativistas temem explosão da violência no campo com flexibilização da posse de armas
17/01/19, 16:12 | REPERCUSSÃO - Decreto sobre armas pode elevar feminicídios e suicídios, aponta Sou da Paz
17/01/19, 14:35 | DESCASO - Prefeito de Luzilândia comete crime de improbidade e Receita bloqueia recursos
17/01/19, 13:54 | DESCASO - Deputado defensor da liberação da caça de animais vai comandar órgão de proteção florestal
17/01/19, 13:46 | CRIME - Policiais prendem suspeito de ter participado de ataque a Martha Rocha
17/01/19, 13:41 | INVESTIGAÇÃO - BOMBA: Investigado preso por assassinato de Marielle incrimina vereador aliado de Bolsonaro
17/01/19, 13:26 | ECONOMIA - Estados fazem pressão por socorro federal para equilibrar contas
17/01/19, 13:18 | POLÊMICA - Gisele Bündchen diz à ministra da Agricultura que mau brasileiro é quem desmata
17/01/19, 13:11 | CONFLITO - Ministro do STF manda suspender investigação sobre Queiroz, diz MP
17/01/19, 12:52 | CRIME - Procuradora aposentada condenada por torturar criança é presa no Rio
16/01/19, 19:25 | VATICANO - Papa pede a bispos que evitem esconder casos de abusos contra crianças
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site