CBN - A rádio que toca notícia

OPINIÃO

ISABELLA: MAIS UMA VÍTIMA DA ATROCIDADE!‏

15/04/08, 09:07

Trata-se de mais um caso macabro que se junta a tantos outros, em que a sociedade precisa ter aparelhamento dos órgãos institucionais para que os responsáveis sejam punidos à medida que a lei brasileira permite. Isso, por que, qualquer que seja a pena, não faz justiça a tamanho descalabro.

Tudo vira meio um show. Imprensa escreve, televisão faz diagnóstico e apresenta diversas versões. O rádio faz o mesmo. Falta à imprensa apenas a busca de manifestação de parlamentares, os verdadeiros responsáveis pela mudança das leis.

Quase todos os brasileiros já presenciaram ou têm conhecimento de casos de violência em família. Pais e mães espancam filhos às vezes até na rua, na presença de todos. Essa omissão precisa de um basta. Quando os vizinhos querem interferir para evitar excessos, nem a polícia, nem a justiça dá respaldo suficiente para que os envolvidos sintam-se seguros. E essas tragédias vão se sucedendo, sem entrar no mérito se o procedimento de investigação está correto e se foi o casal matou mesmo Isabella.

Tradicionalmente o Brasil costuma ser o último país em resolver problemas graves, as medidas para diminuir os índices de violência maior do que qualquer guerra vai demorar. Algumas medidas serão impostas pela sociedade, ainda que tardias. Uma será a necessidade de extinguir a progressão de pena para todos os crimes. Acabar com os benefícios de saídas temporárias. Quem julgar as penas muito drásticas precisa optar por não cometer crime. Simplesmente não tirar os bens dos outros, não caluniar, não agredir. Ou faz e paga por tudo isso, de forma decisiva sem atenuantes, sem benefícios.

No caso específico da Isabella, essa menina foi trucidada por algum monstro, tendo ou não vínculo familiar. Caso tenham sido o pai e a madrasta, são cínicos, porque além da monstruosidade do crime, ainda escrevam uma carta declarando intenso amor. E, mesmo que tenha sido o casal, e busque apenas meios escusos de enganar a Justiça, recai sobre eles a certeza de que mentem para o mundo, mas não para si mesmos.

Cabe ao capenga Congresso Nacional aprovar leis capazes de punir de forma tão rigorosa que o pretenso assassino saiba que pode matar alguém, mas a sua pena será próxima de quem morreu, vez que nada é pior do que a morte. Enquanto o  matador sabe o curto tempo que resta a sua vítima, essa, faz planos inocentes para toda uma vida. O mínimo para quem tira a vida de alguém seria a prisão perpétua. E os defensores de penas brandas, que não seja ao custo da vida dos outros.

por Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP / Bel. Direito

Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
20/11/18, 15:27 | POLÍTICA - Bolsonaro é hostilizado e acusado de caixa 2 por manifestantes
20/11/18, 15:09 | REFORMAS - Ministro de Bolsonaro vair criar Secretaria de Privatizações
20/11/18, 15:05 | PROGRAMA - Humanização de cubanos é o diferencial do Mais Médicos
20/11/18, 15:00 | REFORMAS - Com Bolsonaro, privatização ameaça Caixa e Banco do Brasil
20/11/18, 14:36 | ARTE - Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
20/11/18, 14:34 | EDUCAÇÃO - Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
20/11/18, 14:30 | TRANSIÇÃO - Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
19/11/18, 21:27 | TRANSIÇÃO - Ministro, Moro deve levar ‘República de Curitiba’ para o governo Bolsonaro
19/11/18, 18:25 | TRANSIÇÃO - Petrobras pode ser privatizada em parte, diz Bolsonaro
19/11/18, 18:22 | SAÚDE PÚBLICA - Seleção para o Mais Médicos terá limitador de vagas por município
19/11/18, 18:19 | BENEFÍCIO - Entidades de classe defendem reajuste salarial do Judiciário
19/11/18, 14:34 | NOVO GOVERNO - Moro anuncia integrantes da Lava Jato na transição de governo
19/11/18, 14:30 | POLÍTICA - Bolsonaro recua e pede união de poderes: 'Não posso governar sozinho'
19/11/18, 12:53 | INTERNACIONAL - Chanceler diz que Bolsonaro não tem autoridade para questionar Cuba
19/11/18, 12:37 | INTERNACIONAL - Médicos cubanos fazem hospital no Uruguai ser referência nacional
19/11/18, 12:29 | POLÍTICA - Presidente do Supremo propõe “grande pacto” para tirar Brasil da crise
19/11/18, 12:13 | DESIGUALDADE - Bilionários pelo mundo ficam 20% mais ricos de 2017 para 2018
19/11/18, 12:09 | TRANSIÇÃO - Novo presidente da Petrobras já defendeu privatização 'urgente'
19/11/18, 12:04 | RELATÓRIO - 45 barragens sob ameaça de desabamento no Norte e Nordeste
19/11/18, 11:36 | TRANSIÇÃO - Bolsonaro retoma reuniões com autoridades em Brasília na 3ª feira
19/11/18, 11:33 | TRANSIÇÃO - Bolsonaro retoma reuniões com autoridades em Brasília na 3ª feira
19/11/18, 11:27 | ACIDENTE - Bebê de um mês morre após fralda enroscar em roda de moto no PI
19/11/18, 11:06 | CRIME - Acusado de matar esposa com 26 facadas vai a Júri no Piauí
19/11/18, 09:33 | INTERNACIONAL - Londres realiza passeata contra o fascismo e pela liberdade deLula
19/11/18, 09:28 | JUDICIÁRIO - TRF-4 publica no Diário Oficial da União exoneração de Sérgio Moro
19/11/18, 09:21 | SAÚDE - Cidade que deu 74% dos votos a Bolsonaro perde 75% dos médicos
19/11/18, 08:31 | POLÍTICA - Bolsonaro se reveza entre Rio, Brasília e São Paulo esta semana
19/11/18, 08:25 | POLÍTICA - Joice Hasselmann promete transformar seu mandato em um reality show
19/11/18, 08:22 | POLÊMICA - Prefeitos devem conversar com Temer sobre mudanças no Mais Médicos
18/11/18, 21:20 | BENEFÍCIOS - Pis/Pasep: Caixa e Banco do Brasil começam a pagar abono salarial a nascidos em novembro
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site