CBN - A rádio que toca notícia

OPINIÃO

Fatores que podem fazer a diferença no mundo dos negócios

04/04/08, 10:07

CAOS NA MINHA EMPRESA

 
Faustino Vicente *
 

Como produto de nossa vivência, no mundo das organizações, temos recebido informações sobre casos dos mais diversos, sobre empresas de todos os portes e segmentos. Entre eles destacamos um e-mail  que recebemos recentemente, com o titulo: Caos na minha empresa.  “Acompanho seu trabalho há muitos anos e quero parabenizá-lo por suas realizações. Aproveitando a oportunidade gostaria de ter sua opinião sobre o seguinte assunto: como podemos vencer o desânimo,a indiferença e a falta de iniciativa dos funcionários? Eu tenho uma loja de moda feminina (em...)e estou enfrentando sérias dificuldades.Sempre procurei fazer boas contratações,registro os funcionários a partir do momento em que são admitidos e pago salário de mercado mais 3% de comissão sobre as vendas (o mercado paga 1,5%).Fiz vários treinamentos em vendas mas os resultados não têm sido satisfatórios.A loja é muito boa,atualizada,tem produtos diferenciados e os preços são atraentes.”

 

Como reverter essa situação? O primeiro passo é planejar um criterioso diagnóstico, utilizando o processo dos 7Ms (sete emes): mercado, mão-de-obra, método, máquinas, materiais, meio ambiente e medição,para que possamos descobrir a causa (ou causas) dos problemas que estão fragilizando a organização. Em termos de mercado o que destacamos é a marcha acelerada da “globalização verde-amarela”,ou seja, grandes redes varejistas abrindo filiais em  cidades do interior do Brasil. Com maior poder de fogo mercadológico, enorme variedade de produtos, moderna logística de entrega, facilidade de crédito e vendedores altamente motivados, elas têm destronado uma parcela de lojistas tradicionais. Locar, ou vender, o imóvel são opções que precedem o encerramento das atividades. Um atento passeio pelas principais ruas do “centro velho” das cidades, revela claramente esta nossa afirmação.

 

Em nossa cidade (350 mil habitantes) não tem sido diferente. Ainda neste ano,mais uma casa comercial centenária encerrou suas atividades. Também no setor agrícola pode-se notar esse fenômeno. Empreendimentos que exigem grandes áreas para plantação ou criação,acabam adquirindo pequenas propriedades. Cidades próximas as grandes metrópoles como Jundiaí, que está a  50 km de São Paulo, estão sendo alvo estratégico para a construção dos atraentes condomínios residenciais.

 

As incessantes, e profundas, transformações provocadas pelas incríveis descobertas científicas e pelo voraz avanço da tecnologia, são fatores que podem fazer a diferença no mundo dos negócios. Exemplo? O lançamento da chamada “etiqueta inteligente”para supermercados,ou seja, o equivalente ao “sem parar” dos pedágios.  Ela vai aposentar o código de barras e provocar os seguintes resultados: praticidade para a consumidora e desemprego para a massa trabalhadora. A praticidade é o “produto” que mais seduz a mulher. Concorrência é isso. Vacilou...quebrou.

 

Outro fator que merece uma profunda reflexão é  a mão-de-obra. Quando adequadamente qualificada, ela prefere trabalhar em empresas que ofereçam plano atraente de carreira, horizontalização de informações, clima organizacional prazeroso, sistema de incentivos motivacionais e crescente grau de descentralização de poder, de participação nas decisões e ganhos em produtividade. Profissionais empreendedores buscam empresas que tenham clareza de visão, missão, valores,normas de procedimento e políticas para o desenvolvimento de projetos sociais e ambientais. Eles sãos apaixonados por desafios e defendem o seguinte lema: nesta empresa todas as normas podem ser questionadas, menos esta. Empreendedor não é aquele que tem faro para as tendências,mas aquele que gera tendências.

 

Estamos convencidos que estratégico (mesmo) é investir em  gente,pois a mente humana é o único fator capaz de produzir riquezas. Ah! A mente é como pára-quedas – só funciona quando aberta.

 

* Faustino Vicente  - Consultor de Empresas e de Órgãos Públicos  - e-mail: faustino.vicente@uol.com.br – tel.(11) 4586.7426 – Jundiaí (Terra da Uva) - SP

Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/01/19, 16:16 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Caso Fabrício Queiroz: origens, cronologia dos fatos e personagens
18/01/19, 15:08 | PRÊMIO - Unesco anuncia Rio como primeira Capital Mundial da Arquitetura
18/01/19, 15:05 | EDUCAÇÃO - Aumenta pela primeira vez desde 2011 nota máxima na redação do Enem
18/01/19, 15:02 | DECISÃO - Governo prorroga por um ano Operação Acolhida a venezuelanos
18/01/19, 14:35 | INTERNACIONAL - Apoio de Bolsonaro à oposição venezuelana coloca Brasil em risco de guerra
18/01/19, 14:32 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Para jurista, Bolsonaro ‘passou recibo’ sobre sua relação com caso Queiroz
18/01/19, 14:30 | PRESTAÇÃO DE CONTAS - Em duas campanhas, Onyx recebeu R$ 200 mil de fabricante de armas
18/01/19, 13:35 | PARLAMENTO - Senadores gastaram R$ 21 milhões da Cota Parlamentar em 2018
18/01/19, 13:16 | REPERCUSSÃO - Mourão sobre pedido de Flávio Bolsonaro: 'Vou aguardar esclarecer'
18/01/19, 13:14 | REPERCUSSÃO - Ministro diz que pedidos como o de Flávio Bolsonaro vão para o 'lixo'
17/01/19, 22:02 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Fux diz que “protege” processo ao suspender o caso Queiroz
17/01/19, 21:59 | REPERCUSSÃO - Líderes do MBL criticam Flávio Bolsonaro por caso Queiroz
17/01/19, 21:54 | INTERNACIONAL - Atentado com carro-bomba mata ao menos dez em Bogotá
17/01/19, 21:41 | POLÍTICA - Área militar do governo mostra desconforto com suspensão da investigação do caso Queiroz
17/01/19, 21:21 | POLÊMICA - Ministros do STF ficaram surpresos com pedido de Flávio Bolsonaro
17/01/19, 17:59 | CRIME - Bernardo Mello Franco: Flávio Bolsonaro diz que não é, mas age como investigado
17/01/19, 17:48 | CASO QUEIROZ - 'Eu não quero foro privilegiado', disse Jair Bolsonaro ao lado de Flávio em 2017
17/01/19, 17:40 | POLÊMICA - Desembargadora que atacou Marielle diz que Boulos vai ser 'recebido a bala'
17/01/19, 16:41 | ARTIGO JURÍDICO - Responsabilidade Penal da Pessoa Jurídica
17/01/19, 16:22 | POLÊMICA - Liberação da posse de armas é 'projeto de morte mal-intencionado'
17/01/19, 16:17 | POLÊMICA - Ativistas temem explosão da violência no campo com flexibilização da posse de armas
17/01/19, 16:12 | REPERCUSSÃO - Decreto sobre armas pode elevar feminicídios e suicídios, aponta Sou da Paz
17/01/19, 14:35 | DESCASO - Prefeito de Luzilândia comete crime de improbidade e Receita bloqueia recursos
17/01/19, 13:54 | DESCASO - Deputado defensor da liberação da caça de animais vai comandar órgão de proteção florestal
17/01/19, 13:46 | CRIME - Policiais prendem suspeito de ter participado de ataque a Martha Rocha
17/01/19, 13:41 | INVESTIGAÇÃO - BOMBA: Investigado preso por assassinato de Marielle incrimina vereador aliado de Bolsonaro
17/01/19, 13:26 | ECONOMIA - Estados fazem pressão por socorro federal para equilibrar contas
17/01/19, 13:18 | POLÊMICA - Gisele Bündchen diz à ministra da Agricultura que mau brasileiro é quem desmata
17/01/19, 13:11 | CONFLITO - Ministro do STF manda suspender investigação sobre Queiroz, diz MP
17/01/19, 12:52 | CRIME - Procuradora aposentada condenada por torturar criança é presa no Rio
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site