CBN - A rádio que toca notícia

SEGUNDO TURNO

Saiba quais partidos já anunciaram apoio a Bolsonaro ou Haddad no 2º turno

PSDB e Centrão ficam neutros. PTB apoia Bolsonaro. Psol apoia Fernando Haddad. PDT decide nesta 4ª feira

10/10/18, 13:15

O

s candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) foram os mais bem votados no 1º turno da eleição presidencial e disputarão o 2º turno em 28 de outubro.

Até lá, colecionarão apoios de partidos e candidatos nos Estados. O Poder360 compila abaixo quem já se pronunciou sobre a disputa:

Jair Bolsonaro

O candidato ao governo de São Paulo João Doria (PSDB) declarou apoio a Bolsonaro contra Haddad no 2º turno das eleições presidenciais.

Ana Amélia (PP), candidata a vice-presidente de Geraldo Alckmin (PSDB), derrotado no 1º turno, também se aliou ao deputado federal do PSL.

No Rio Grande do Sul, os 2 candidatos que disputam o 2º turno, José Ivo Sartori (MDB) e Eduardo Leite (PSDB), estão com o político do PSL. O governador eleito do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), e os candidatos à reeleição Amazonino Mendes (PDT) e Reinaldo Azambuja (PSDB) também.

PTB

Após consultar os membros da Executiva Nacional, o PTB decidiu apoiar Bolsonaro no 2º turno. A informação foi divulgada em nota nesta 3ª feira (9.out.2018), assinada pelo presidente da sigla, Roberto Jefferson.

“Acreditamos que Jair Bolsonaro trabalhará para que o nosso país volte aos trilhos do desenvolvimento social e econômico, e pela pacificação e união do povo brasileiro”, diz a nota.

Fernando Haddad

PDT

Carlos Lupi, presidente do PDT (Partido Democrático Trabalhista), falou nessa 2ª feira que o partido deve anunciar o que está chamando de “apoio crítico” à candidatura de Fernando Haddad (PT), no 2º turno.

Psol

O Psol também divulgou na 2ª feira nota oficializando apoio ao candidato Fernando Haddad (PT). “O 2º turno é a continuidade da luta contra o fascismo e o golpe. A tarefa central nesse momento é, portanto, derrotar Bolsonaro”, afirma o partido em comunicado assinado pela Executiva Nacional.

PSB

O PSB anunciou apoio a Fernando Haddad em reunião da Executiva Nacional, em Brasília. No entanto, os diretórios de São Paulo, Distrito Federal e Sergipe estão liberados para deliberarem internamente em seus Estados.

“Nesses Estados [SP, DF e Sergipe], estamos dando as condições de conduzir as suas campanhas com maior liberdade, levando em consideração as alianças que foram formadas e que precisam ser formadas para a vitória no 2º turno”, disse o presidente nacional do PSB Carlos Siqueira.

Neutralidade

PSDB

O PSDB decidiu liberar seus filiados e militantes e se manter neutro em relação ao 2º turno. Não vai apoiar Fernando Haddad (PT) nem Jair Bolsonaro (PSL). “Estamos seguindo a mensagem das urnas”, disse Geraldo Alckmin, candidato tucano à Presidência derrotado no 1º turno e presidente do PSDB.

“Nós não nos sentimos representados nem por 1 nem por outro. Isso nós falamos a campanha inteira, só estamos repetindo de forma coerente”, disse.

Alckmin afirmou que o protagonismo no 2º turno será dos candidatos. “Quem quiser apoiar Bolsonaro, quem quiser não apoia ninguém, quem quiser apoiar o Haddad, nós liberamos. Cabe a eles expor suas ideias, suas propostas, tirar as dúvidas do eleitorado”, afirmou.

PP

Assim como o PSDB, o PP (Partido Progressista) decidiu se manter neutro sobre o 2º turno. “O eleitor claramente enviou um recado ao país: quer tomar sua decisão sem que qualquer outro aspecto, que não os candidatos, sejam levados em consideração como critério de escolha”, afirmou o partido em carta assinada pelo presidente da sigla, senador Ciro Nogueira.

PPS

Roberto Freire, presidente nacional do PPS (Partido Popular Socialista), disse ser contra 1 possível apoio do partido a algum dos candidatos à Presidência da República. Na 2ª feira, em postagem no Twitter, Freire disse que não apoia nem Haddad, nem Bolsonaro.

PRB

Após consultar os membros da Executiva Nacional, o PRB decidiu permanecer neutro em relação ao 2º turno das eleições. O partido decidiu liberar os seus membros para apoiar a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) ou de Fernando Haddad (PT). A informação foi divulgada em nota nesta 3ª feira (9.out.2018), assinada pela Executiva Nacional.

DEM

O partido anunciou nesta 4ª feira (10.out.2018) que se manterá neutro e liberará filiados e militantes para apoiar qualquer 1 dos candidatos.

“O nosso propósito é trabalhar por um novo ambiente, onde a nação seja pacificada e os valores nacionais prevaleçam sobre interesses não republicanos que conduziram o Brasil à pior crise econômica, política, social e moral de sua história”, afirmou em nota.

PR

O Partido da República decidiu não declarar apoio a nenhum dos 2 candidatos à Presidência.

Há divisões no partido sobre o apoio. “Em cada Estado, cada parlamentar pode tomar sua decisão, o que achar melhor para seu Estado”, disse o líder do partido na Câmara, José Rocha.
 
Fonte: JL/PODER 360
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/10/18, 16:31 | POLÍTICA - Haddad: 'Estamos alertando o cidadão sobre o que pode acontecer com o Brasil'
23/10/18, 16:18 | CRIME - STF manda PGR investigar usuário que criticou ministros na internet
23/10/18, 16:14 | REPERCUSSÃO - Barroso diz que quem ganhar eleições terá que respeitar regras do jogo
23/10/18, 15:26 | POLÍTICA - Pastor abandona Bolsonaro e pede perdão por espalhar mentiras
23/10/18, 15:06 | POLÍTICA - Bolsonaro pode ser derrotado pelo “salto alto”, diz Estadão
23/10/18, 14:41 | CRIME - Em treinamento de rua, policiais militares fazem campanha ilegal para Bolsonaro
23/10/18, 14:20 | ABSURDO - Jornalista pede demissão ao vivo após ser 'censurado' por Bolsonaro
23/10/18, 13:06 | ARTIGO JURÍDICO - Boletim de Ocorrência e Termo Circunstanciado de Ocorrência
23/10/18, 09:23 | POLÍTICA - Fernando Haddad recebe o apoio de 69 torcidas organizadas
22/10/18, 17:59 | INSTITUCIONAL - Conselho aprova primeiro Plano Nacional de Segurança Pública
22/10/18, 17:56 | LAVA JATO - PGR recorre de decisão que mandou soltar irmão de Beto Richa
22/10/18, 17:52 | ECONOMIA - Saiba o que Bolsonaro e Haddad propõem para a economia
22/10/18, 17:48 | POLÍTICA - TSE e TREs divulgam carta defendendo segurança das urnas eletrônicas
22/10/18, 17:40 | REAÇÃO - “Atacar Poder Judiciário é atacar a democracia”, diz presidente do STF
22/10/18, 15:58 | FECHAR O SUPREMO - Ministro diz que filho de Bolsonaro cometeu crime contra a Lei de Segurança Nacional
22/10/18, 15:53 | MOVIMENTO - CNBB e mais seis entidades pedem equilíbrio às vésperas das eleições
22/10/18, 15:46 | POLÍTICA - Para Haddad, instituições não estão reagindo a ameças à democracia
22/10/18, 15:36 | CRISE - Parte do Exército busca blindar imagem da Forças Armadas caso Bolsonaro fracasse
22/10/18, 15:34 | CRIMES - Polícia Federal abriu 469 inquéritos para investigar crimes eleitorais
22/10/18, 14:47 | REPERCUSSÃO NEGATIVA - New York Times chama Bolsonaro de 'triste escolha' e 'risco à democracia'
22/10/18, 14:17 | AGRESSÃO - Em vídeo, coronel chama presidente do TSE de 'vagabunda' e 'corrupta'
22/10/18, 10:58 | POLÊMICA - Ministros do STF consideram declaração de filho de Bolsonaro extremamente grave
21/10/18, 22:06 | POLÍTICA - Em guerra nada santa, Edir Macedo mira a Globo e os católicos
21/10/18, 22:01 | ANÁLISE POLÍTICA - Encorajados por discurso de ódio, preconceituosos saem do armário
21/10/18, 21:47 | POLÍTICA - Observadores da OEA voltam ao Brasil para o segundo turno das eleições
21/10/18, 21:24 | COLETIVA - Ministra rebate Eduardo Bolsonaro e diz que instituições são sólidas
21/10/18, 21:18 | ABSURDO - Bolsonaro repudia fala do filho: tem que consultar um psiquiatra
21/10/18, 21:04 | POLÍTICA - FHC diz que declarações de filho de Bolsonaro 'cheiram a fascismo'
21/10/18, 20:50 | POLÍTICA - “Bolsonaro é louco, vingativo e insano”, diz Roger Waters
21/10/18, 20:40 | ESPORTE - Em jogo disputado e cheio de lances curiosos, Palmeiras vence o Ceará no Pacaembu
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site