CBN - A rádio que toca notícia

OPINIÃO

LEIA DO ARTIGO DE DEUSVAL LACERDA: A função estatal pacificadora

O juiz deve portar-se pelo critério da justiça, seja (a) ao apreciar provas, (b) ao enquadrar os fatos em normas e categorias jurídicas ou (c) ao interpretar os textos do direito positivo

04/12/17, 12:37
Por Deusval Lacerda de Moraes, Pós-graduado em Direito
 
P
or mais que me esforço só entendo o juiz Sergio Moro como dúbio processualista. Ao basear-se pela sentença condenatória do ex-presidente Lula, está eivada de vícios, falhas e contradições processuais e nega alguns princípios constitucionais.

Isso não é diletantismo meu em avaliar assim o magistrado ao proferir o esdrúxulo veredicto, mas é o mesmo pensamento da grande maioria dos juristas, doutrinadores, advogados criminalistas e catedráticos processualistas e constitucionalistas do País.

Já se alegou muita coisa para demonstrar erros crassos contidos no teor da decisão ao não enquadrar os fatos em normas e categorias jurídicas. Alguns se resignam devido o Brasil está submetido ao golpe parlamentar-constitucional-judicial e, nessa condição, vale tudo.

Pessoalmente, recorri ao livro Teoria Geral do Processo dos professores uspianos Antônio Carlos de Araújo Cintra, Ada Pellegrini Grinover e Cândido Rangel Dinamarco. Com fulcro nesse tratado, fica evidente que o julgador federal não o tem como auxílio doutrinário.

A obra destaca, por oportuno, que, para a efetividade do processo, ou seja, para a plena consecução de sua missão social de eliminar conflitos e fazer justiça, é preciso, de um lado, tomar consciência dos escopos motivadores de todo o sistema, e, de outro, superar os óbices que a experiência mostra estarem constantemente a ameaçar a boa qualidade do seu produto final.

Um dos óbices é o modo de ser do processo. No desenrolar de todo o processo é preciso que a ordem legal dos seus atos seja observada (devido processo legal), que as partes tenham oportunidade de participar em diálogo com o juiz (contraditório).

Outro óbice é a justiça das decisões. O juiz deve portar-se pelo critério da justiça, seja (a) ao apreciar provas, (b) ao enquadrar os fatos em normas e categorias jurídicas ou (c) ao interpretar os textos do direito positivo. Não deve exigir uma prova tão precisa e exaustiva dos fatos, que torna impossível a demonstração destes e impeça o exercício do direito material pela parte. Entre duas interpretações aceitáveis, deve pender para aquela que conduza para um resultado mais justo, ainda que aparentemente a vontade do legislador seja em sentido contrário (a mens legis nem sempre corresponde à mens legislatoris). Deve “pensar duas vezes antes de fazer uma injustiça” e só mesmo diante de um texto absolutamente sem possibilidade de interpretação em prol da justiça é que deve conformar-se.

Ainda o óbice da efetividade das decisões. Todo processo deve dar a quem tem um direito tudo aquilo e precisamente aquilo que ele tem o direito de obter. Essa máxima de nobre linhagem doutrinária constitui verdadeiro slogan dos modernos movimentos em prol da efetividade do processo e deve servir de alerta contra tomadas de posição que tornem acanhadas ou mesmo inúteis a medidas judicias, deixando resíduos de injustiça.

Como se pode depreender, o magistrado para dizer a justiça à frente do processo penal tem de está investido tão-somente da função jurisdicional, portanto, no processo que envolve agente político, não pode sofrer nenhuma influência de cunho político-ideológico, para não comprometer a efetividade do processo e a justeza inexorável do veredicto.

Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
21/02/18, 21:14 | POLÊMICA - Comissão de senadores vai fiscalizar intervenção federal no Rio de Janeiro
21/02/18, 17:37 | POLÊMICA - STF julgará em março validade do auxílio-moradia para juízes
21/02/18, 17:34 | DECISÃO - Prisão domiciliar a mulheres grávidas é bem-vinda, diz especialista
21/02/18, 17:31 | STF - Celso de Mello defende que plenário discuta prisão após segunda instância
21/02/18, 16:58 | ECONOMIA - Meirelles: Governo prepara novo empréstimo de R$ 1 bi ao Rio
21/02/18, 16:48 | STF - Ministro diz que intervenção não resolve problema de segurança
21/02/18, 16:45 | CRIME - Subcomandante de UPP é assassinado em lanchonete no Rio
21/02/18, 15:25 | DADOS - Brasil cai 17 posições em ranking global de corrupção e tem pior situação em 5 anos
21/02/18, 15:17 | PRESTAÇÃO DE CONTAS - Ouvidoria Nacional do CNMP apresenta relatório das atividades de 2017
21/02/18, 14:10 | POLÍTICA - Arthur Virgílio fala em armação e ameaça abandonar prévias do PSDB
21/02/18, 14:04 | POLÊMICA - Para MPF, intervenção no Rio é duvidosa e decreto viola leis
21/02/18, 13:34 | ELEIÇÕES 2018 - Temer “já é candidato”, diz marqueteiro do presidente: “Jogou tudo na intervenção”
21/02/18, 13:17 | DECISÃO - Juiz flagrado dirigindo Porsche de Eike Batista é condenado a 52 anos prisão
21/02/18, 12:46 | POLÊMICA - Universidade de Brasília cria disciplina sobre ‘golpe de 2016’ dado por Temer
21/02/18, 11:46 | ARTIGO - INTERVENÇÃO FEDERAL – “Busca e Apreensão Itinerante” e não “Mandado Coletivo”
21/02/18, 11:32 | OPINIÃO - LEIA O ARTIGO - HC: direito do Lula
20/02/18, 21:02 | DISCURSO - Senador se diz arrependido e pede desculpas a Dilma por ter votado a favor do impeachment
20/02/18, 20:59 | REAÇÃO - Maia diz que governo desrespeita Parlamento com pauta econômica: “Café velho e frio”
20/02/18, 20:50 | POLÊMICA - Intervenção no Rio de Janeiro vai terminar em tragédia, diz o jurista Pedro Serrano
20/02/18, 20:43 | JUDICÁRIO - STF concede prisão domiciliar a presas grávidas ou com filhos de até 12 anos
20/02/18, 20:37 | LAVA JATO - STJ manda soltar irmãos Wesley e Joesley Batista
20/02/18, 15:48 | LAVA JATO - Irmãos Batista da JBS querem delatar membros do Judiciário
20/02/18, 15:40 | JULGAMENTO - Turma do STF envia ao plenário ações sobre condenação em segunda instância
20/02/18, 15:13 | PRONTA RESPOSTA - Planalto pede ajuda a todas áreas do governo para Temer dar entrevistas
20/02/18, 15:09 | POLÊMICA - OAB-SE diz que intervenção no Rio de Janeiro é inconstitucional
20/02/18, 15:07 | ECONOMIA - Tempo médio de desemprego já dura 1 ano e 2 meses, diz pesquisa
20/02/18, 14:01 | ENTREVISTA - Aposentadoria de mulheres e jovens são as mais ameaçadas pela reforma
20/02/18, 13:02 | HISTÓRIA - Honestílio Dias Neto acumula curriculum com Quinto Concurso Público Federal
20/02/18, 11:44 | PARLAMENTO - Câmara dos Deputados afasta Paulo Maluf do exercício do mandato e convoca suplente
20/02/18, 11:38 | POLÊMICA - Trabalhadores comemoram suspensão de reforma, mas vão continuar mobilizados
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site