CBN - A rádio que toca notícia

PESQUISA

Datafolha: Lula fortalece liderança (34%) e Bolsonaro se isola em 2º lugar (17%)

Alckmin registra desempenho melhor que Doria. DataPoder360 antecipou tendência de consolidação

02/12/17, 20:17

O

Instituto Datafolha divulgou neste sábado (2.dez.2017) uma pesquisa que aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na liderança da disputa presidencial para 2018. Segundo o levantamento, o petista varia de 34% a 37% das intenções de votos dependendo do cenário em disputa.

O deputado presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) se isolou em 2º lugar nos cenários de disputa com Lula, de acordo com a pesquisa. Quando o ex-presidente não é incluído entre os possíveis candidatos, Bolsonaro lidera.

Os resultados são semelhantes já apontados pela pesquisa DataPoder360 em outubro, que antecipou a tendência de consolidação de Jair Bolsonaro. Em novembro, o ex-capitão do Exército manteve-se na liderança dos cenários sem o presidente, mas apresentou leve queda. No entanto, nos cenários com Lula, Bolsonaro reduziu a distância nas intenções de voto.

Marina Silva –que anunciou pré-candidatura pela Rede neste sábado (2.dez)– varia de 9% a 11% das intenções de voto nos cenários em que Lula é listado.

Nome mais forte dentro do PSDB para ser candidato ao Planalto em 2018, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, tem desempenho acima dos valores registrados pelo prefeito paulistano, João Doria.

Como os cenários da pesquisa foram alterados, só é possível fazer comparações com levantamentos anteriores em simulações de intenções de voto espontâneo no 1º turno e estimuladas no 2º.

Além dos nomes já citados, foram incluídos na pesquisa outros possíveis candidatos: o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), o senador Alvaro Dias (Podemos-PR), o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa (sem partido), a deputada estadual Manuela D’Ávila (PC do B-RS), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), o presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro (PSC), e o presidente Michel Temer (PMDB).

Foram entrevistados 2.765 eleitores de 29 a 30 de novembro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

CENÁRIOS COM LULA

No 1º cenário, Lula surge com 34% das intenções de voto –o dobro de Bolsonaro (17%). Marina Silva aparece em 3º, com 9%. Geraldo Alckmin e Ciro Gomes ficam empatados com 6%.

Em seguida: Joaquim Barbosa (sem partido), 5%; Alvaro Dias (Podemos), 3%; Manuela D’Ávila (PCdoB), 1%; Michel Temer (PMDB), 1%; Henrique Meirelles (PSD), 1%; Paulo Rabello de Castro (PSC), 1%.

Votos em branco, nulo ou nenhum somam 12%. Não sabem em quem votar, 2%.

No 2º cenário, sem Marina Silva, Lula amplia seu desempenho para 37%. Bolsonaro registra 18%. Alckmin aparece com 8% e Ciro Gomes com 7%.

Na sequência: Joaquim Barbosa (sem partido), 6%; Alvaro Dias (Podemos), 4%; Manuela D’Ávila (PC do B), 1%; Guilherme Boulos (sem partido), 1%; Paulo Rabello de Castro (PSC), 1%.

Brancos, nulos ou em nenhum dos citados, somam 14%. Eleitores que não sabem em quem votar, 3%.

Já no 3º cenário, sem Marina Silva e Joaquim Barbosa, mas com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), Lula também registra 37%, mas Bolsonaro sobe para 19%.

No 4º cenário, com a volta de Marina Silva, Lula lidera com 36%. Bolsonaro surge com 18% e Marina com 9%.

No 5º cenário, onde Doria é incluído, Lula soma 36%, Bolsonaro 18% e Marina 11%. O prefeito de São Paulo fica com apenas 5%, atrás também de Ciro Gomes (7%).

2º TURNO

A pesquisa Datafolha deste sábado não informou os dados sobre intenções de votos para brancos, nulos ou ou nenhum dos candidatos em 2º turno. Foram 5 cenários divulgados:

Cenário 1: Lula tem 52% das intenções de voto contra 30% de Geraldo Alckmin.

Cenário 2: Lula com 48% e Marina Silva com 35% das intenções de voto.

Cenário 3: em disputa direta com Jair Bolsonaro, o petista teria hoje 51% e o deputado, 33%.

Cenário 4: na simulação com Geraldo Alckmin e Ciro Gomes, o tucano alcança 35% e o ex-ministro, 33%.

Cenário 5: em uma possível disputa entre Marina Silva e Jair Bolsonaro, a pré-candidata da Rede soma 46% e o deputado, 32%.

Fonte: JL/PODER 360
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
19/02/18, 00:06 | OPINIÃO - Jornalista: Como é possível enfrentar o crime se temos leis, um Judiciário e agentes do Estado que protegem criminosos?
18/02/18, 23:43 | RECUO - Temer cancela agenda e reúne Conselho da República e Conselho da Defesa Nacional nesta segunda-feira
18/02/18, 17:41 | PROTESTO - Mulher invade link ao vivo da GloboNews com “Globo Lixo” e “Fora, Temer”
18/02/18, 17:31 | CRIMINALIDADE - Temer determina envio de força-tarefa ao Ceará para combater crime organizado
18/02/18, 17:19 | VIOLÊNCIA - Policial militar de folga e mais duas pessoas são mortas em tiroteio no Rio
18/02/18, 16:34 | PROFISSÃO - No PI, menina que sonha em ser PM se emociona com surpresa de aniversário
18/02/18, 13:34 | SAÚDE - Hospital de Luzilândia recebe equipamentos e autorização para reforma de quase R$ 5 milhões
18/02/18, 12:47 | CARNAVAL - Vampirão da Tuiuti é proibido de desfilar com faixa que 'homenageia' Temer
18/02/18, 12:43 | POLÊMICA - Dieese: gestão da Previdência passa por revogação da reforma trabalhista
18/02/18, 12:21 | JUDICIÁRIO - Supremo Tribunal Federal já acumula 18 ações contra reforma trabalhista de Temer
18/02/18, 11:52 | CRÍTICA - Bispo critica intervenção que “avilta militares e traz sofrimento aos pobres e negros”
18/02/18, 11:49 | CORRUPÇÃO - Fernando Horta: se não derem imunidade que Temer quer, ele não permitirá eleições
17/02/18, 23:06 | ARTIGO - A inconstitucionalidade da intervenção no Estado do Rio
17/02/18, 22:47 | POLÊMICA - GOVERNADOR DO MARANHÃO: governo Temer pode gerar um caos jurídico
17/02/18, 22:32 | INVESTIGAÇÃO - Ex-executivos dizem que pagaram propina para Serra e o PSDB: R$ 30 milhões
17/02/18, 22:22 | CONTROVÉRSIA - “Se a polícia é corrupta, não se vence a violência”, diz coronel reformado da PM-SP
17/02/18, 22:16 | OPINIÃO - “A intervenção é grosseiramente inconstitucional”, diz doutor em Direito
17/02/18, 22:04 | INTERVENÇÃO - Reunião de Temer e Pezão não teve resultado concreto
17/02/18, 21:47 | POLÊMICA - Intervenção militar no RJ é comandada por um chefe de quadrilha, diz Dudivier
17/02/18, 16:32 | POLÊMICA - Ala do Supremo vê falhas e critica intervenção
17/02/18, 16:11 | REPERCUSSÃO - Imprensa francesa mostra a manobra política de Temer com a intervenção no Rio
17/02/18, 16:05 | OPINIÃO - Ciro sobre intervenção no Rio: “Duvido muito que possa dar certo”
17/02/18, 15:52 | ENTREVISTA - Requião: intervenção pode ser o prenúncio do fim das eleições
17/02/18, 15:42 | SUSPEITO - Ministério Público abre inquérito para investigar viagens internacionais de Crivella
17/02/18, 15:38 | REUNIÃO - "Tem um fantasma ali que não gosta de mim", diz Rodrigo Maia sobre intrigas no Planalto
17/02/18, 15:30 | DISCURSO - No Rio, Temer anuncia criação de Ministério da Segurança Pública
16/02/18, 23:55 | PARLAMENTO - Câmara marca para segunda votação de decreto sobre intervenção no Rio
16/02/18, 23:47 | CRÍTICA - Requião: intervenção no Rio foi “jogada publicitária” de Temer
16/02/18, 23:40 | REPERCUSSÃO - Pezão diz que intervenção marca o fim de sua carreira política
16/02/18, 22:00 | MINISTÉRIO PÚBLICO - Empresa do Ceará vence licitação de quase R$ 1 milhão em Luzilândia e Procurador Federal da República abre investigação
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site