CBN - A rádio que toca notícia

CRIME

Polícia Federal desarticula grupo que fraudava seguro-desemprego

De acordo com a corporação, requerimentos fraudulentos eram inseridos no sistema por agentes credenciados em escritórios montados pela organização mediante a utilização de senhas desses funcionários

18/05/17, 12:52

A

Polícia Federal, em parceria com o Ministério do Trabalho, deflagrou na manhã de hoje (18) a Operação Stellio. O objetivo é desarticular uma organização criminosa especializada em fraudes contra o Programa Seguro-Desemprego e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Participam da operação cerca de 250 policiais. Ao todo, estão sendo cumpridos 136 mandados judiciais, sendo 56 de busca e apreensão, dez de condução coercitiva, nove prisões preventivas e 61 prisões temporárias. Os mandados estão sendo cumpridos nos seguintes estados: Tocantins, Goiás, Pará, Maranhão, Roraima, Paraná e Santa Catarina.

De acordo com a corporação, requerimentos fraudulentos eram inseridos no sistema por agentes credenciados em escritórios montados pela organização mediante a utilização de senhas desses funcionários. A investigação apontou um prejuízo efetivo na ordem de R$ 320 milhões, conforme dados de requerimentos fraudados entre janeiro de 2014 e junho de 2015.

A Justiça Federal em Palmas determinou a prisão de 14 agentes e ex-agentes do Sistema Nacional de Emprego (Sine) dos estados do Tocantins, de Goiás e do Maranhão que atuaram na inserção de milhares de requerimentos fraudulentos no sistema do Ministério do Trabalho e Emprego.

Também foi determinada a prisão de três ex-funcionários da Caixa Econômica Federal que facilitavam os saques dos benefícios fraudulentos por outros integrantes da organização criminosa.

Além disso, a Justiça decretou a indisponibilidade financeira de 96 pessoas integrantes da organização criminosa visando ressarcir os cofres públicos pelos prejuízos, impedindo a dispersão patrimonial dos envolvidos após a deflagração da operação.

“Os fatos em apuração configuram, em tese, os crimes de estelionato, organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção ativa e passiva, cujas penas somadas ultrapassam 50 anos”, concluiu a Polícia Federal.

A operação faz referência ao nome em latim stellionatu, em português estelionato ou fraude, que veio de stellio, um tipo de camaleão que tem a pele com manchas que parecem estrelas. Stellio ganhou o sentido de trapaceiro pela capacidade do animal de mudar a cor da pele para se confundir com o ambiente.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/12/17, 12:11 | POLÊMICA - Na volta ao Brasil, Luan responde às críticas: "Podem falar o que quiser"
18/12/17, 12:07 | ESPORTE - Chance de "grupo da morte" na Libertadores agita a torcida do Palmeiras
18/12/17, 11:32 | ENTREVISTA - Nem todo pagamento acima do teto é ilegal, diz Cármen Lúcia
18/12/17, 11:18 | POLÍTICA - TSE aprova calendário eleitoral de 2018; normas sobre voto impresso e 'fake news' ficam para março
18/12/17, 11:12 | OPINIÃO PÚBLICA - Brasileiros culpam a si mesmos pela corrupção, diz pesquisa Ipsos
18/12/17, 11:04 | PLANO DIRETOR - Eletrobras projeta investir mais de R$ 19,75 bilhões de 2018 a 2022
18/12/17, 11:00 | INCIDENTE - Incêndio atinge galpão dos Correios e destrói móveis e eletrônicos em Teresina
18/12/17, 09:14 | ELEIÇÕES 2018 - Ex-presidente Dilma Rousseff pode disputar Senado Federal pelo Piauí
17/12/17, 17:47 | VIOLÊNCIA - Ex-prefeito e policial civil é preso por disparar arma de fogo durante festa no PI
17/12/17, 17:20 | ESPORTE - Arthur puxa a fila, mas não é o único com chance de sair do Grêmio
17/12/17, 14:07 | ESPORTE - Kaká oficializa aposentadoria do futebol: ‘É o momento de encerrar’
17/12/17, 13:53 | VATICANO - Papa Francisco comemora 81 anos e pede proteção para as crianças
17/12/17, 12:45 | DENÚNCIA - Diretor da PF entrega a Cármen Lúcia relatório de investigação sobre ministros do Supremo
17/12/17, 12:37 | POLÍTICA - Maia: não precisamos de candidato com Temer tatuado na testa
17/12/17, 12:04 | POLÍTICA - Aécio Neves deve explicar 'elo' com Sergio Cabral
17/12/17, 11:29 | PESQUISA - Michel Temer termina o ano com rejeição em 73%, sem sinal de melhora
17/12/17, 11:12 | ESPORTE - "Triste", Renato lamenta derrota em decisão e admite: "Real mereceu ser campeão"
15/12/17, 19:21 | PALESTRA - Ministro do STF diz que há uma imensa demanda no Brasil por integridade
15/12/17, 14:57 | DECISÃO - Juiz suspende efeito de MP de Temer que reajusta contribuição previdenciária de 11% para 14%
15/12/17, 14:53 | DENÚNCIA - Gilmar Mendes e Joesley tinham “parceria comercial e convivência amigável”, diz Revista Veja
15/12/17, 14:34 | IBGE - Mais de 25% dos brasileiros vive com menos de R$ 387 por mês
15/12/17, 14:18 | POLÍTICA - Alckmin e Bolsonaro têm desempenho igual e perdem para Lula no 2º turno
15/12/17, 14:12 | DADOS - IBGE: 50 milhões de brasileiros vivem na linha de pobreza
15/12/17, 13:59 | EDUCAÇÃO - Base Nacional Comum Curricular (BNCC) dos ensinos infantil e fundamental é aprovada
15/12/17, 13:54 | CRIMES - José Serra e Aloysio Nunes estão perto de se livrar de investigação de propinas
14/12/17, 21:19 | FESTIVIDADES - Luzilândia promove festividades de fim de ano com o 'Natal Luz: Um céu de Luz e Paz'
14/12/17, 18:43 | CRIME - Pai é condenado a 13 anos de prisão por estuprar a filha de três anos em Teresina
14/12/17, 18:36 | CRIME - Gari atingido com cinco tiros durante o trabalho em Teresina retoma movimentos
14/12/17, 18:22 | ONG OXFAM - Políticas de Temer atrasam o país e ampliam desigualdades, diz estudo
14/12/17, 16:21 | DESCASO - UPA usa carro de passeio para transferir idoso com perna fraturada em Teresina
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site