CBN - A rádio que toca notícia

PRESTAÇÃO DE CONTAS

Uma lei 'natimorta', por Deusval Lacerda de Moraes

16/08/11, 10:43

N

o próximo ano realizar-se-á mais uma rodada de eleições municipais para eleger os representantes dos municípios brasileiros que, nota-se, são os entes federativos em que mais se preponderam práticas de gestão pública geradoras de corrupção e, por conseguinte, produzem mais vícios na Administração Pública do Brasil. Por causa disso, o legislador constituinte ampliou o leque de fiscalização das contas municipais como se encontra consubstanciado na Constituição Federal de 1988.

        
Na Lei Maior do Brasil a fiscalização dos municípios será exercida pelo Poder Legislativo mediante controle externo e pelos sistemas de controle interno do Poder Executivo Municipal. O controle externo da Câmara de Vereadores será exercido com o auxílio dos Tribunais de Contas dos Estados ou do Município ou dos Conselhos ou Tribunais de Contas dos Municípios, onde houver. O parecer prévio emitido pelo órgão competente sobre as contas que o prefeito deve anualmente prestar só deixará de prevalecer por decisão de dois terços dos membros da Câmara Municipal.
        
Mas a novidade da Carta Magna foi o parágrafo 3º do seu artigo 31 que tem a seguinte redação: “As contas dos Municípios ficarão, durante sessenta dias, anualmente, à disposição de qualquer contribuinte, para exame e apreciação, o qual poderá questionar-lhes a legitimidade, nos termos da lei”. Inspirado talvez na democracia ateniense, o legislador introduziu a participação do cidadão na fiscalização da aplicação dos recursos municipais.
        
Acontece que a referida norma legal tornou-se inaplicável na organização político-administrativa vigente, ou seja, já nasceu morta (natimorta), pois é sabido que no País tal regramento jurídico sempre foi sonegado, tanto porque o contribuinte não tem acesso às prestações de contas por não serem oferecidas adequadamente pelas Prefeituras Municipais como também os gestores públicos não têm interesse de que sejam esmiuçadas as suas prestações de contas diretamente pela população.
        
Na verdade, ocorrem que alguns prefeitos sequer prestam contas regularmente aos órgãos fiscalizadores como o Tribunal de Contas e a Câmara Municipal. Outros encaminham as suas prestações de contas em desconformidade com a legislação que normatiza a Administração Pública. Como também existem aqueles gestores que, apesar de seguirem as determinações legais, as prestações de contas se apresentam grotescamente maquiadas por manipulações técnico-financeiras.
        
Se cumprida a mencionada lei, o contribuinte pátrio seria mais um fiscal dos gestores públicos que assim não lhe conviria uma vez que o preceito legal autoriza a qualquer contribuinte o direito de questionar a legitimidade dos gastos administrativos, bem como suscitar aos representantes da Câmara Municipal e do Ministério Público a cobrança da malversação desses recursos públicos.
        
A quase totalidade dos prefeitos brasileiros não quer nem ouvir falar nisso. Pois se já se descontenta em prestar contas dos seus atos aos órgãos oficiais fiscalizadores, imagine ao próprio munícipe. Por isso que nunca se preocupou em preparar as condições ideais para prestar contas das suas despesas ao contribuinte, como reza o dispositivo constitucional. Pelo contrário, alguns são inclusive questionados na sua honra, dignidade e competência na condução da coisa pública, e outros são severamente acusados judicialmente de irregularidades nas suas prestações de contas por violarem descaradamente a lei, sem, entretanto, observarem os valores morais e os bons costumes que devem ser sempre obedecidos na boa aplicação dos recursos públicos.
 
Por Deusval Lacerda de Moraes
Pós-Graduado em Direito
Fonte: JL/
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/07/18, 13:15 | ECONOMIA - gás de cozinha e combustíveis aumentaram três vezes mais que a inflação
23/07/18, 13:04 | PRODUÇÃO - Nordex vai dobrar capacidade de fábrica de torres para energia eólica no Piauí
23/07/18, 10:40 | ECONOMIA - Após semana com preço estável, Petrobras volta a baixar gasolina
23/07/18, 10:36 | ECONOMIA - Especialistas contestam propostas de CPI dos Cartões de Crédito
23/07/18, 09:59 | BENEFÍCIO - Novo período para saque do abono salarial 2016 começa dia 26 de julho
22/07/18, 21:51 | POLÍTICA - Bolsonaro: “Quero agradecer ao Alckmin por reunir a nata do que há de pior do Brasil ao seu lado”
22/07/18, 21:40 | BRASILEIRÃO - Em jogo com polêmicas, Cruzeiro vira sobre Atlético-PR
22/07/18, 21:34 | ELEIÇÕES - Janaina Paschoal critica seguidores de Bolsonaro em convenção
22/07/18, 21:26 | ACIDENTE - Mulher morre e outros cinco ficam feridos durante colisão entre dois carros na entrada da Lagoa do Portinho
22/07/18, 21:12 | POLÊMICA - Para PF, Moro errou ao interceder em decisão sobre soltar Lula
22/07/18, 15:08 | LEGISLAÇÃO - Poder Executivo é autor de um terço das leis aprovadas nos últimos 10 anos
22/07/18, 15:04 | PREVIDÊNCIA - Confira para quanto pode ir a aposentadoria em 2019
22/07/18, 13:35 | DECISÃO - Justiça determina regularização do abastecimento da farmácia do HUT
22/07/18, 13:17 | POLÍTICA - Senadores gastaram R$ 10,6 milhões com atividades do cargo
22/07/18, 13:04 | DECISÃO - Bens de um cônjuge não respondem por obrigação de ato ilícito do outro
22/07/18, 12:37 | OPINIÃO - Caso do ex-presidente Lula é uma tragédia típica brasileira
22/07/18, 11:45 | PRINCÍPIO DA LAICIDADE - Lei que exige Bíblia em espaços públicos de leitura é inconstitucional, decide TJ-AM
22/07/18, 11:40 | ÁUDIOS REVELADORES - Poder Legislativo peruano destitui cúpula do Judiciário do país
22/07/18, 11:28 | ARTIGO - Venda da Embraer: o agente oculto
21/07/18, 21:45 | ESPORTE - Fla bate o Botafogo e continua firme na liderança do Brasileirão
21/07/18, 21:28 | CORRUPÇÃO - Juiz eleitoral devolve o caso do tucano Beto Richa a Sergio Moro
21/07/18, 20:57 | ECONOMIA - Empresários aguardam Refis do Supersimples para não fechar portas
21/07/18, 20:46 | VIOLÊNCIA - Número de tiroteios aumenta no Rio após intervenção federal
21/07/18, 20:27 | POLÍTICA - Tem “propina até no STF”, diz jingle distribuído por Jair Bolsonaro
21/07/18, 15:24 | ELEIÇÕES - Segurança e economia são os temas mais debatidos por brasileiros no Facebook
21/07/18, 15:16 | DESTAQUES - Prêmio Congresso em Foco já acumula mais de 300 mil votos
21/07/18, 15:06 | POLÍTICA - Congresso terá número recorde de candidatos à reeleição
21/07/18, 14:22 | ELEIÇÕES - Deputados vão denunciar Bolsonaro por crime de incitação à violência
21/07/18, 14:16 | POLÍTICA - Veja os candidatos à Presidência já anunciados e datas das convenções
21/07/18, 13:53 | MUNDO - Nove dos 17 mortos em naufrágio nos EUA eram da mesma família
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site